A importância dos exames para garantir a saúde ocupacional

Compartilhe
A importância dos exames para garantir a saúde ocupacional

Nós, da Astec Contabilidade, sabemos como o conhecimento sobre saúde ocupacional é importante, principalmente quando se trata da ocorrência de empregados que retornam ao trabalho de forma precoce pelo INSS. Esperamos, portanto, tirar algumas dúvidas quanto aos principais exames exigidos, riscos, e quanto ao que fazer caso o INSS libere o trabalhador de forma precoce.

Principais exames

PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional é um procedimento legal estabelecido pela Consolidação das Leis do Trabalho, visando proteger a saúde ocupacional do trabalhador no Brasil.

PCA – Programa de Conservação Auditiva é um conjunto de medidas coordenadas que têm intenção de prevenir a instalação ou a evolução da perda auditiva.

PPR – Programa de Proteção Respiratória é um conjunto de medidas de segurança implementadas para proteger a saúde do trabalhador contra a exposição aos riscos químicos e biológicos existentes no local de trabalho. O intuito do programa é controlar as doenças ocupacionais causadas pela inalação das impurezas do ar que são prejudiciais à saúde, como: poeiras, fumos, vapores e gases químicos.

AET – laudo ergonômico é um documento obrigatório para as empresas cujos funcionários estejam expostos a riscos decorrentes de esforços físicos, podendo ser por levantamento e transporte de cargas pesadas, por esforços repetitivos ou, ainda, por posturas inadequadas.

Tipos de exames

Podemos separar alguns exames como tendo em vista o texto anterior, sobre o PPRA – o programa de proteção contra riscos ambientais, o qual separamos em três, o risco físico, o risco químico e o risco biológico.

Com relação ao risco físico, um dos principais exames feitos é a audiometria; para o risco químico, temos os exames laboratoriais, de sangue e urina, raios-X e a espirometria; e para o risco biológico  há outros exames específicos.

O que fazer com a liberação precoce dos funcionários?

O seu funcionário foi liberado para o trabalho pelo INSS, porém, após outros exames, foi orientado a não retornar  à atividade regular?  Caso não seja viável recorrer à decisão do INSS, vê-se necessária a adaptação para a adequação do trabalho para o funcionário em questão, para que em sua carga de trabalho haja atividades mais leves.

Quando devem ser feitos?

Os exames podem ser:

  • Admissionais
  • Periódicos
  • Demissionais
  • De retorno ao trabalho
  • De mudança de função

É importante a realização de exames para a criação de um ambiente de trabalho regulamentado e saudável . Além de criar um ambiente com maior eficiência, evita possíveis processos trabalhistas.

Dúvida sobre este assunto? Fale com quem entende!

Se você leu este conteúdo e ainda assim precisa esclarecer mais alguns detalhes sobre “Saúde Ocupacional”, entre em contato conosco preenchendo o formulário abaixo ou contatando-nos pelo WhatsApp. Você também pode conferir o vídeo que preparamos sobre o tema em nosso canal no Youtube.

Fale com quem entende!